Siga-me em minhas redes sociais

George Soros lamenta o crescimento na América Latina do que ele chama de “movimento conservador”.

Neste artigo, ele se queixa de que “há uma falsa narrativa que mobiliza os eleitores e dinamiza o movimento conservador na América Latina.

George Soros, um dos homens mais ricos do mundo, com um patrimônio líquido de US $ 24,9 bilhões, de acordo com a Forbes, e que é um dos maiores promotores da cultura da morte, publicou um artigo onde lamenta o crescimento na América Latina do que ele chama de “movimento conservador” .

Neste artigo, ele afirma que ” há uma falsa narrativa que mobiliza os eleitores e energiza o movimento conservador na América Latina … Se essa falsa narrativa continua a ganhar terreno, os direitos das mulheres e dos grupos LGBT, conquistados com tanto esforço, correriam risco (…) procuram para explorar os benefícios religiosos para ganhar posições políticas de corte de direitos humanos (…) Se não subir agora, os direitos das mulheres e LGBT estão sob ameaça ‘.

Em seu artigo, o magnata menciona alguns marcos que ele considera preocupantes:

– O “NÃO” no plebiscito para os chamados acordos de paz entre o governo colombiano e o grupo terrorista das FARC;
– A mobilização social no Peru contra o adoctrinamento de gênero no currículo.
– O movimento e as marchas no México contra o chamado “casamento” entre pessoas do mesmo sexo e doutrinação nas escolas.

Em seu artigo, ela também diz que a ideologia do gênero é uma “falsa narrativa”, e quando ela fala de “direitos das mulheres”, ela se refere ao “direito” ao aborto , ignorando o direito da criança do nascer à vida . Sem mencionar que, se o nascituro é uma menina, não responde nem onde os direitos dessa mulher permanecem.

Ao falar de direitos LGBT, refere-se ao “direito” ao “casamento” homossexual, ignorando os direitos das crianças de ter um pai e uma mãe .

E, finalmente, afirma que é falso que a imposição da ideologia do gênero represente uma ameaça para os valores cristãos. A este respeito, o emérito, o Papa Bento XVI, discordou quando afirmou que ” a ideologia do gênero é a última rebelião do homem contra Deus “.

Apesar de tudo, pode ser uma boa notícia de que Soros esteja preocupado. Os milhões de dólares investidos pela fundação da Open Society para impôr o aborto e o chamado “casamento homossexual” nos países latino-americanos estão em risco.

Fonte: InfoCatólica

Comentários

Comentários