O Arcebispo de Barcelona condenou o aborto e denunciou que muitos consideram “pior o assassinato de um ovo de águia de ouro do que matar um ser humano.”

O Arcebispo de Barcelona, ​​Dom Juan José Omella, condenou o aborto numa conferência de apresentação do livro ” A Exortação do Papa Francisco imprensa. A alegria do amor” (Edebé) após ser perguntado pelo fato de que o bispo de Vic, Dom Román Casanova, que comparou o aborto ao genocídio.

“É muito grave a morte de uma criança indefesa e isso nós temos que dizer com todas as palavras”, disse o arcebispo de Barcelona citado pela Europa Press.

Monsenhor Omella também lamentou que se considere “pior o assassinato de um ovo de águia de ouro do que matar um ser humano”.

Inscreva-se para receber nossas atualizações: Clique Aqui 

Ele também fez um chamado para que todos trabalhem para respeitar cada pessoa humana “que vem como fruto do amor, inclusive eu diria, daqueles que vem de uma violência sexual”. “É um ser humano que tem um toda uma dignidade a ser respeitada”, frisou.

O Arcebispo de Barcelona salientou os numerosos ataques que a família recebe na atualidade, citando o exemplo de que na TV “o que mais se fala é das novas famílias.”

Além disso, em declarações no programa televisivo ‘El Balcó’ de SER Catalunya, fazendo referência ao aborto, o arcebispo de Barcelona ​​disse que “se aceitarmos o fato de que se pode decidir sobre a vida de outra pessoa, logo poderia se justificar a ação de um terrorista”.

Fonte: InfoVaticana

Comentários

Comentários