Ocidente está trocando crenças em Deus por crenças em Satanás, diz Putin

Na conferência de Valdai em Sochi, o presidente russo, Vladimir Putin, dirigindo-se a jornalistas falou contra as transformações radicais pelas quais o Ocidente vem passando principalmente no abandono das raízes cristãs que fundaram a civilização ocidental.

O discurso é realmente surpreendente, ainda mais vindo de um homem com a sua autoridade. Este vídeo na verdade é apenas um trecho de uma vasta crítica aos planos da Nova Ordem Mundial. Logo abaixo do vídeo você pode obter a transcrição.

Fonte/Legenda: Válvula Saturada

Transcrição:

“Outro sério desafio à identidade russa está ligada a eventos que ocorrem no mundo. Aqui há ambos aspectos de política externa e moral. Podemos ver quantos dos países euro-atlânticos estão rejeitando suas raízes, incluindo os valores cristãos que constituem a base da civilização ocidental.

Eles estão negando os princípios morais e todas as identidades tradicionais: nacionais, culturais, religiosas e até mesmo sexuais. Eles estão implementando políticas que equiparam famílias numerosas com parcerias do mesmo sexo; crença em Deus com crença em Satanás.

Os excessos do politicamente correto chegaram ao ponto em que as pessoas estão falando seriamente sobre registrar partidos políticos cujo objetivo é promover a pedofilia.

As pessoas em muitos países europeus estão envergonhadas ou com medo de falar sobre suas filiações religiosas. Feriados são abolidos ou até mesmo chamados de algo diferente. Sua essência é escondida, assim como seu fundamento moral.

E as pessoas estão tentando agressivamente exportar este modelo para todo o mundo.

Estou convencido de que isso abre um caminho direto para a degradação e primitivismo, resultando numa profunda crise demográfica e moral. Que outra coisa senão a perda da capacidade de auto-reproduzir poderia agir como o maior testemunho da crise moral enfrentada por uma sociedade humana? Hoje, quase todas as nações desenvolvidas já não são capazes de reproduzir-se, mesmo com a ajuda da migração.

Sem os valores embutidos no cristianismo e em outras religiões do mundo, sem os padrões de moralidade que tomaram forma ao longo de milênios, as pessoas inevitavelmente perderão sua dignidade humana. E consideramos natural e correto esses valores.

É preciso respeitar o direito de cada minoria de ser diferente, mas os direitos da minoria não devem ser questionados.

Ao mesmo tempo, vemos tentativas de revitalizar de algum modo um modelo padronizado de um mundo unipolar e de desfocar as instituições do direito internacional e da soberania nacional. Um mundo tão unipolar e padronizado não exige estados soberanos, ele requer vassalos.

Num sentido histórico, isso equivale a uma rejeição da própria identidade, da diversidade do mundo dada por Deus”.

Fonte Vídeo/Legenda: Válvula Saturada

Comentários

Comentários