Notícias

A Dra. Janaína Paschoal reitera que a acerca do Impeachment é Deus quem está no comando

Rio de Janeiro – 31 ago, 2016 – A doutora Janaína Paschoal falou abertamente no seu Twitter sobre as suas declarações em plenário ontem, inclusive muito criticadas, quando defendeu que Deus estava a frente de toda essa condição histórica do Impeachment:

“Ontem, fui criticada, por gregos e troianos, pelos mais diversos motivos. Uma das críticas veio por eu ter falado em Deus. Falei e reitero: Deus está no comando! Mas ele só ajuda quem se norteia pelo amor”, escreveu Janaína em sua conta do Twitter.

PSX_20160831_124009

Hoje temos o desfecho do processo com o julgamento da presidente Dilma Vana Rousseff, acusada de cometer crime de responsabilidade pela prática das chamadas pedaladas fiscais. Com isso ela será destituída do cargo assumindo o presidente, já em exercício interinamente, Michel Temer.

O governo petista sempre foi alvo de críticas de uma maioria das denominações cristãs por incotáveis posturas e medidas contra os direitos fundamentais do ser humano, a disseminação de falsos valores em atentado contra a família e também pelo intervencionismo do Estado em numerosas esferas da sociedade corrompendo as suas raízes republicanas fundamentadas em princípios inspirados no ser cristão da sociedade ocidental que legou um direito às nações que está como alicerce das democracias e do estado de direito, o que vemos claramente em idéias tais como a liberdade e a dignidade do indivíduo (cidadão) perante o Estado, não admitindo jamais que este seja impositivo e totalitário anulando as liberdades individuais, ainda que argumente ser por uma finalidade boa.

Notava-se nos 13 anos de poder um projeto em curso para se chegar a um status quo comunista no Brasil a longo prazo em detrimento do espírito republicano. Além disso, pesaram as fortes denúncias de corrupção de seu governo e do Partido dos Trabalhadores (PT) usando a máquina pública e corrompendo a privada para aplicar recursos para esse mesmo projeto de poder.

Diante dos fatos elencados foi inevitável que decorresse ao longo de todo o processo um sincronismo entre os sentimentos religiosos e o reclame dos direitos dos cidadãos perante aos desmandos e atropelos do governo petista em tantos campos da vida social.

Para a grande maioria dos cristãos essa é uma libertação de um sistema governista marcado por um projeto anti-cristão que não chegou a se estabelecer por completo, mas que a médio prazo viria a alcançar os seus objetivos se não houvesse uma atuação imediata dos direitos democráticos. E como já pesavam acusações de crime de responsabilidade sobre o governo petista, a direita e os cristãos encontraram a oportunidade de usar tal matéria para pôr fim ao projeto socialista maquiavélico.

Tanto a direita, quanto os cristãos não-politizados, comemoram o fim de um curso de destruição da democracia brasileira para a implantação de um regime comunista. Ambos sabem entretanto que há muito ainda por fazer para impedir a comunização do Brasil.

PSX_20160801_125713

Comentários

Comentários

3 Comments

  1. Admira-me sua interpretação se pauta no fato de que os recursos impetrados contra o fatiamento do Impeachment poderá colocar em risco a decisão do Senado Federal. O que está em jogo, Dra. Genaina, é algo acima de qualquer decisão que tenha sido tomada, o que está em jogo é o DESCUMPRIMENTO À CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA, e isso é muito mais grave do que qualquer consequência advinda dessa anulação, até porque, as peças de xadrez só mudaram de lugar, o jogo continua o mesmo. Se a CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA for rasgada, o que restará desse fio de legalidade que ainda existe no Brasil? Tenho esperança que com a substituição do Ministro Lewandowski pela Ministra Carmem Lúcia Antunes da Rocha, conseguirá trazer um pouco mais de equilíbrio e sensatez ao Supremo Tribunal Federal. Além do mais, é dever do Supremo Tribunal Federal zelar pelo cumprimento da CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA,sendo, portanto, um dever que lhe cabe, independentemente de pedido que lhe for encaminhado nesse sentido. QUEM CONCORDA COM O DESCUMPRIMENTO AO QUE ESTABELECE A CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA, NÃO RESPEITA O BRASIL.

    Atenciosamente,
    Beth Portella

  2. Deus não comanda golpe de estado.Ainda mais contra um governo que tirou milhões de irmãos da fome e da pobreza extrema.

    • Anônimo

      Deus Tudo sabe, tudo vê e tudo apoia onde houver o amor maior…o tempo e o poder é de Deus. Deus que dá e Deus tira…

Comments are Closed

Theme by Anders Norén

Faça sua contribuição para o nosso serviço de evangelização. Invista na salvação das almas e no crescimento da mídia católica.

espaço espaço